Coaching: quem, quando, onde e por quê?



O que é coaching

O que é Coaching?

O primeiro texto do nosso blog tem o objetivo de colocar todo mundo na mesma página e aproximar você, nosso seguidor, do universo em que atuamos! Queremos explicar de uma forma bastante simples e didática a origem do coaching e os termos mais comuns utilizados nesta área para que daqui em diante você acompanhe nossos textos compreendendo o contexto e percebendo que esta é uma área bastante abrangente, que pode ser interessante tanto para jovens quanto para adultos, tanto para quem quer desenvolver metas pessoais quanto profissionais. Vamos juntos?

Coach, palavra que vem do inglês e significa treinador/instrutor, é comumente associada ao mundo dos esportes. As pesquisas indicam que teria sido usada pela primeira vez por volta de 1830 na Universidade de Oxford (Inglaterra) para designar o responsável por preparar os alunos para suas jornadas acadêmicas. No ano seguinte, seria absorvida pelo mundo esportivo. E teria sido apenas em 1950 a primeira menção na literatura de negócios ligando a palavra à competência de desenvolvimento de pessoas.

Coach nos dias de hoje

Hoje, é sinônimo do profissional que conduz os processos de desenvolvimento pessoal e profissional ao lado de seus clientes, atividade que ganha o nome de coaching. É seu papel ajudar seu cliente, chamado de coachee, a entender, materializar e definir suas metas e desenhar os caminhos para atingi-las. Nada disso é possível, no entanto, sem um mergulho no autoconhecimento, sem uma revisão e ampliação das próprias crenças e entendimentos.

Importante esclarecer que, quando falamos em metas, estamos falando de objetivos específicos para aquele momento e para aquele processo e não de algo genérico ou abrangente demais como “mudar a minha vida” ou “ser mais feliz”. Fazer uma determinada transição de carreira ou ser um gestor com resultados mais consistentes seriam exemplos de metas na área profissional. Resgate da autoestima ou redução de peso, no campo pessoal. Buscar mais organização e concentração nas tarefas ligadas à escola ou à preparação para o vestibular são exemplos de processos muito comuns de coaching para jovens. A busca por resultados efetivos pode acontecer em diversos contextos: pessoal, profissional, social, familiar, espiritual, financeiro.

O poder da meta

Em todos esses exemplos, percebe-se que a meta já está definida. A questão é que nem sempre, sozinha, a pessoa consegue vislumbrar “como chegar lá”: quais os passos e obstáculos, que atitudes contribuem, qual o tempo para que isso ocorra, qual a ordem cronológica das ações necessárias, o que deixar de lado, o que trazer pra perto. Enfim, o coach é o profissional ideal para contribuir com este “plano de ação” e conduzir (leia-se também planejar, apoiar e encorajar) seu coachee durante este processo de reflexão e evolução.

O coach pode ter backgrounds diversos no que diz respeito à graduação ou pós-graduação, mas não é sua formação técnica prévia (se médico, engenheiro, arquiteto, nutricionista, economista, professor) que determina sua atuação, e sim seu conhecimento aprofundado, tanto teórico quanto prático, nas técnicas e ferramentas que podem ser aplicadas durante o processo de forma a apoiar o coachee a ampliar seu autoconhecimento, buscar respostas e definir as ações para atingir a meta no tempo desejado.

Além da formação em Coaching, um conhecimento adicional em diversas ciências, entre elas administração, psicologia, recursos humanos e planejamento estratégico podem contribuir para a evolução do processo.

Com essas informações em mãos, que tal agora procurar um coach que possa te apoiar na conquista do seus próximos objetivos?

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco








    Marcos Lemos

    Marcos Lemos

    Com mestrado em engenharia elétrica pelo Mackenzie, Marcos Lemos atua na área há mais de 20 anos. Construiu sua trajetória na multinacional sueca Ericsson liderando equipes com perfis variados, o que fez despertar ainda mais seu interesse em estudar sobre comportamento, liderança e desempenho. Decidiu mergulhar no universo do coaching por acreditar na importância da área para o desenvolvimento humano. Além de sua atuação como coach pessoal e executivo desde 2004, é membro da Sociedade Brasileira de Coaching desde 2011. Suas certificações são reconhecidas pelo Behavioral Coaching Institute.

    Por considerar a área um importante instrumento de transformação social, tanto do ponto de vista pessoal quanto aplicada às necessidades do mundo corporativo, Lemos criou, ao lado dos outros dois sócios, a plataforma climby.

    Fechar
    Marcos Rodrigo

    Marcos Rodrigo

    Formado em engenharia pelo Centro Universitário FEI, sempre se manteve próximo à academia. Fez especialização em administração pela ESAN (Escola Superior de Administração e Negócios) e MBA em gestão empresarial na FIA - Fundação Instituto de Administração.

    As três características que sempre guiaram a carreira de Marcos foram o desejo de empreender – criou sua primeira startup em 1995, quando ainda estava na faculdade -, o interesse por tecnologias e a vontade de atuar com educação e desenvolvimento de pessoas.

    A combinação de fatores resulta na criação da plataforma climby, da qual é sócio e responsável pelo sucesso dos clientes, do portfólio e de parcerias de valor para o mercado de coaching.

    Fechar
    Domingos Alves

    Domingos Alves

    Engenheiro elétrico formado pelo Centro Universitário FEI e pós-graduado em marketing pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), Domingos Alves dedicou grande parte de sua carreira à área de tecnologia e telecomunicações, com passagem pela Ericsson e pela Proxim, Inc no Brasil, experiências que deram a ele a expertise necessária para, em 2003, fundar a Avvio Soluções. Com a venda de participação para o fundo Pátria Investimentos em 2014, ainda como sócio, seguiu como vice-presidente de engenharia e TI até 2017. Após esta etapa se dedicou a novos negócios. Atualmente, é sócio e membro do Conselho de Administração da Vogel Telecomunicações S/A, além de empreendedor em diversos segmentos, que tem em comum a solidez das empresas em que investe.

    A união da expertise em TI com seu perfil empreendedor levou Alves a integrar o time de sócios da plataforma climby desde a fase de estruturação do negócio, que ele classifica como uma excelente oportunidade de inovação.

    Fechar