Coaching executivo é suporte na busca por produtividade



coaching executivos

Um estudo publicado na Harvard Business Review apontou que os CEOs trabalham, em média, 62,5 horas por semana e participam de 37 reuniões neste mesmo período. Conseguir encaixar todos os compromissos numa agenda dessas certamente não deve ser tarefa fácil. Por isso, eles se preocupam tanto em atingir a máxima produtividade. Alguns deles, em entrevistas que concedem vez ou outra, revelam escolhas que fazem no dia a dia que podem contribuir na otimização do tempo disponível e da produtividade.

Dustin Moskovitz, CEO da Asana, por exemplo afirma que para ele é essencial manter um dia da semana absolutamente livre de reuniões para que o trabalho flua. Por isso, instituiu para a empresa toda a regra “No Meeting Wednesdays” (“Quartas-feiras sem reuniões”), para que todos possam produzir continuamente e de forma focada, sem nenhuma interrupção, pelo menos um dia da semana.

A orientação de Elon Musk, CEO da Tesla, a seus funcionários é buscar a comunicação mais direta e efetiva possível para que o trabalho seja realizado. Priorizar o livro fluxo de informações em vez de dar tanto valor a estruturas hierárquicas – analista de uma área tendo de falar com gerente de outra, que irá encaminhar ao diretor que irá levar a questão ao superintendente que, por sua devolverá de volta acionando toda a cadeia….

Dicas dos CEOs

Entre as dicas que os CEOs costumam citar quando falam sobre o tema produtividade estão: realização de reuniões mais objetivas, com horário para começar e terminar; o uso mais frequente do “não”, posicionando claramente quais são suas atribuições e responsabilidades e quais devem ser direcionadas a outras áreas ou profissionais; e-mails que contem sempre com deadlines para cada ação.

Jeff Weiner, CEO do LinkedIn, afirma mandar menos e-mails para receber menos e-mails de volta, já que cada mensagem pode envolver uma série de outras pessoas que também irão responder copiando todos os demais, gerando um fluxo enorme. “Só mando e-mails quando é absolutamente necessário”. Ainda sobre este assunto, ele sugere que as palavras sejam escolhidas cuidadosamente para evitar ambiguidade, problemas de interpretação e uma enxurrada de novos e-mails pedindo esclarecimentos adicionais para sanar as dúvidas deixadas por uma mensagem vaga.

Cada um tem sua forma de trabalho e suas estratégias para render melhor. Mas sem dúvida o apoio de um coach executivo pode ser muito interessante na busca individual por suas potencialidades e fraquezas quando o assunto é a busca por foco, produtividade e a forma como suas entregas e sua performance são percebidas pelos outros.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco








    Marcos Lemos

    Marcos Lemos

    Com mestrado em engenharia elétrica pelo Mackenzie, Marcos Lemos atua na área há mais de 20 anos. Construiu sua trajetória na multinacional sueca Ericsson liderando equipes com perfis variados, o que fez despertar ainda mais seu interesse em estudar sobre comportamento, liderança e desempenho. Decidiu mergulhar no universo do coaching por acreditar na importância da área para o desenvolvimento humano. Além de sua atuação como coach pessoal e executivo desde 2004, é membro da Sociedade Brasileira de Coaching desde 2011. Suas certificações são reconhecidas pelo Behavioral Coaching Institute.

    Por considerar a área um importante instrumento de transformação social, tanto do ponto de vista pessoal quanto aplicada às necessidades do mundo corporativo, Lemos criou, ao lado dos outros dois sócios, a plataforma climby.

    Fechar
    Marcos Rodrigo

    Marcos Rodrigo

    Formado em engenharia pelo Centro Universitário FEI, sempre se manteve próximo à academia. Fez especialização em administração pela ESAN (Escola Superior de Administração e Negócios) e MBA em gestão empresarial na FIA - Fundação Instituto de Administração.

    As três características que sempre guiaram a carreira de Marcos foram o desejo de empreender – criou sua primeira startup em 1995, quando ainda estava na faculdade -, o interesse por tecnologias e a vontade de atuar com educação e desenvolvimento de pessoas.

    A combinação de fatores resulta na criação da plataforma climby, da qual é sócio e responsável pelo sucesso dos clientes, do portfólio e de parcerias de valor para o mercado de coaching.

    Fechar
    Domingos Alves

    Domingos Alves

    Engenheiro elétrico formado pelo Centro Universitário FEI e pós-graduado em marketing pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), Domingos Alves dedicou grande parte de sua carreira à área de tecnologia e telecomunicações, com passagem pela Ericsson e pela Proxim, Inc no Brasil, experiências que deram a ele a expertise necessária para, em 2003, fundar a Avvio Soluções. Com a venda de participação para o fundo Pátria Investimentos em 2014, ainda como sócio, seguiu como vice-presidente de engenharia e TI até 2017. Após esta etapa se dedicou a novos negócios. Atualmente, é sócio e membro do Conselho de Administração da Vogel Telecomunicações S/A, além de empreendedor em diversos segmentos, que tem em comum a solidez das empresas em que investe.

    A união da expertise em TI com seu perfil empreendedor levou Alves a integrar o time de sócios da plataforma climby desde a fase de estruturação do negócio, que ele classifica como uma excelente oportunidade de inovação.

    Fechar